Eu estava fazendo o teste de temperamento junto com meu marido, descobri que além de ser melancólico-fleumático, meu marido me conhece melhor que eu mesma.
E o temperamento do meu marido? Totalmente o oposto do meu, ele é sanguíneo-colérico.
Fazendo esse teste eu descobri que já me preocupei com o que as pessoas pensavam sobre mim, hoje não ligo mais. Me visto pensando em me sentir bonita, faço apenas coisas que gosto e não tento agradar as pessoas que não importam. 
Demorou alguns anos até me sentir assim. O excesso de timidez muitas vezes me atrapalhou. Ainda sou tímida, principalmente em lugares com pessoas que não conheço, mas consigo não me sentir mal por isso!
Eis aqui a minha descrição quase perfeita (se não quiser ler pode pular para o próximo parágrafo):
Melancólico-fleumático convive bem com todas as pessoas. É basicamente um introvertido que alia a eficiência organizacional do fleumático com o perfeccionismo analítico do melancólico (não sou tão organizada, mas perfeccionista com algumas coisas sim). 
Pessoas com esse tipo de temperamento são excelentes escritores e matemáticos (amo português e matemática igualmente), fazem invenções significativas e descobertas médicas (isso já não é tão certo). O melancólico-fleumático é humanitário por natureza e privilegia ambientes quietos e solitários o que lhe permite estudar e pesquisar (amo ambientes quietos).
Pessoas com esta combinação de temperamentos facilmente se sentem desencorajadas e desenvolvem padrões de pensamento negativos. São pessoas capazes e com grande talento e capacidade, mas frequentemente duvidam de si próprios (essa sou eu!). 
Normalmente são apreciados pela sua família e amigos pela sua disciplina pessoal e dedicação, mas a sua preocupação com a humanidade em geral pode fazer com que negligenciem a sua própria família (isso é errado, família em primeiro lugar). São particularmente vulneráveis perante a ansiedade e o medo e facilmente se deixam pressionar para assumir compromissos que ocupam muita da sua energia e criatividade (exatamente).

Conclusão: Gostos desses testes para pensar sobre como posso entender e melhorar algumas coisas em mim. O medo ainda prevalece em algumas situações, ainda preciso de um incentivo para conseguir persistir em algumas ideias e ações. E a timidez continua diminuindo.

Você já fez esse teste? Se quiser, clique aqui
Qual seu temperamento?


1. O Grande Gatsby.
Autor: F. Scott Fitzgerald.
Gênero: Romance.
Páginas: 221. Ano: 1980.
O livro foi publicado pela primeira vez em 1925. A história se passa em Long Island, no verão de 1922. É uma trama densa, cheia de paixões, conflitos, intrigas falta de sentimentos e materialismo. Jay Gatsby é um jovem milionário que sempre foi apaixonado por uma jovem; fazendo várias festas em sua casa com o único objetivo de conseguir falar com a sua amada. O livro é um clássico americano, mesmo assim achei a leitura muito boa. Aos poucos vamos descobrindo o verdadeiro motivo de toda ambição e desejo em enriquecer. O final do livro poderia ter sido melhor se meu marido não tivesse me contado o final, pois achou que eu tinha assistido o filme. Hahahaha. Mas gostei de toda a história.

2. Todo dia.
Autor: David Levithan
Gênero: Ficção Infanto-juvenil.
Páginas: 280. Ano: 2013.
O livro é bem diferente dos que eu estou acostumada a ler. Primeiramente, por não ter lido o livro físico e sim pelo celular, levando em conta que a tela dele é bem grande, foi muito bom poder ler nos tempinhos que eu conseguia. A história é muito boa, começa com um personagem de 16 anos, que acorda em um corpo diferente a cada dia. Me lembrou muito da história "A Hospedeira". Mas as regras do próprio personagem que consistem em não interferir e não se envolver são quebradas quando ele está no corpo de Justin e conhece sua namorada Rhiannon. Gostei muito do livro, o autor consegue prender a atenção e deixar a curiosidade aflorar a cada final de capítulo. O final foi inesperado, mas eu gostei.

3. O Ato Conjugal.
Autor: Tim e Bervely LaHaye
Páginas: 272. Ano: 1989.
Um livro muito interessante, mostra como a bíblia trata diversos assuntos relacionados ao sexo. O livro traz uma leitura bem simples, desfazendo tabus, dúvidas, preconceitos e ignorâncias.

O segundo livro foi o livro do mês de agosto sugerido pelo grupo Book Club. Clique no banner abaixo para saber mais.
Me adicione no skoob!


Esse meme foi sugerido no grupo Se organizar, todo mundo bloga. Tem algumas perguntas, e eu tenho que responder a mão.
Os itens são:
1. Qual é o seu nome?
2. URL do seu blog.
3. Escreva: "A rápida raposa marrom pula sobre o cão preguiçoso."
4. Citação favorita.
5. Música favorita (no momento).
6. Cantor/banda favorita (no momento).
7. Diga o que quiser.
8. Indique 3 ou 5 blogs.

Eu não indiquei nenhum blog pois nunca sei quem respondeu e quem não respondeu o meme. Quem quiser participar fique a vontade! :) E não se esqueça de colocar o link do post nos comentários.


Em um post passado, eu contei que estava organizando um chá de enxoval para uns amigos, que aconteceu segunda-feira, pois era feriado aqui na cidade. 
Aprendi que:
1. Não deixe para arrumar mesas no dia. Antecedência é importante.
2. Tudo está fechado em dia de feriado.
3. Colocar menos creme de leite no brigadeiro, pois assim ele não vai demorar para endurecer.
4. Mãe e irmã são anjos enviados por Deus para ajudar a enrolar docinhos.
5. Ainda existem crianças educadas.

Sobre a decoração, fiz alguns tsurus, e a Camila, do blog Não me mande flores, me contou que eles simbolizam saúde, boa sorte e felicidade.
Detalhe do furinho da toalha. hahahahaha
Foco no brigadeiro lindo.
Testando as luzinhas da mesa do bolo sem o bolo.
As fotos do bolo ficaram todas ruins.. A única que salvou foi essa meio distorcida.
Não vou postar fotos dos noivos para não acontecer vergonha alheia. Hahahaha. As brincadeiras foram longas. E eu esqueci de tirar mais fotos de como a decoração ficou no geral.
Bom, os noivos se divertiram e ficaram super felizes com tudo, isso é o que importa!
E quase todo mundo pagou mico junto com os noivos, mas uma reflexão do dia:
Teve uma hora que a prenda era dançar a música "Tchau preguiça, tchau sujeira, adeus cheirinho de suor..." ♪♫ E tinha umas crianças de 7,8 e 9 anos não sabiam que música era essa! Gente... Que geração é essa que está crescendo sem RÁ TIM BUM? Como aprendem a lavar todas as partes do corpo, inclusive o fazedor de xixi?


Amo pipoca, seja ela doce ou salgada. Eu sempre faço a mesma receita, mas pesquisando outros sabores de pipoca doce, encontrei outras opções que quero testar.
1. A minha receita:
Ingredientes:
. 1 xícara de milho para pipoca (cobre quase todo o fundo da panela)
. 1 xícara de açúcar cristal
. 1/2 xícara de água
. 1/2 xícara de óleo
. 1 colher de chá de corante

Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes na pipoqueira e leve ao fogo. Quando a pipoca começar a estourar, tampe a panela/pipoqueira. Quando parar de estourar, tire do fogo e coloque em um recipiente. Espere esfriar um pouco para servir, para a pipoca ficar mais crocante.

2. Pipoca doce com leite ninho.
Ingredientes: Milho de pipoca, açúcar, óleo, água e leite em pó.

3. Pipoca com chocolate.
Ingredientes: Milho de pipoca, açúcar mascavo, óleo, água, achocolatado.

4. Pipoca caramelada.
Ingredientes: Milho de pipoca, açúcar, água, manteiga.

5. Pipoca com paçoca.
Ingredientes: Milho de pipoca, açúcar, manteiga, paçoca.

6. Pipoca de oreo.
Ingredientes: Milho de pipoca, oreo, chocolate branco.

7. Pipoca com caramelo, chocolate e amendoim.
Ingredientes: Milho de pipoca, manteiga, açúcar mascavo, xarope de milho, melaço, sal, bicarbonato de sódio, extrato de baunilha, amendoim salgado, chocolate.

8. Pipoca com leite condensado e coco queimado.
Ingredientes: Milho de pipoca, água, óleo, açúcar, leite condensado, como queimado.

9. Pipoca doce com baunilha.
Ingredientes: Milho de pipoca, açúcar, manteiga, água, óleo de canola, essência de baunilha e sal.

Você gosta de pipoca? Qual dessas receitas você faria?