Fui indicada por quatro pessoas, pela CarmenAnaCristino e Maria Eduarda, para responder a tag Liebster Award, ou De Tudo um Pouco.

As regras:
- Escrever 11 fatos sobre mim.
- Responder às perguntas feitas pelo blog que nos nomeou.
- Fazer 11 perguntas novas.
- Nomear 11 blogs.


11 fatos sobre mim:

1. Não consigo "gargarejar".
2. Minha comida favorita é batata frita. Minha sobremesa favorita é sorvete e minha fruta favorita é fruta do conde.
3. Não gosto de banana, panetone e passas.
4. Não tomo café, mas amo cheiro de café.
5. Quase desmaio quando vou tirar sangue, pois tenho medo de agulhas.
6. Quando estou muito cansada ou muito nervosa, eu choro.
7. Tenho alergia a pelos, cigarro, abelha, ácaros, poeira e barata (sério mesmo, deu esse resultado quando fiz o exame).
8. Eu gosto de acordar cedo e tomar café da manhã bem devagar. E sempre acordo de bom humor.
9. Tenho dor de cabeça quase todos os dias.
10. Amo comprar itens de papelaria, principalmente se for canetas coloridas.
11. A Britney Spears me segue no twitter.
Perguntas (Eu escolhi perguntas aleatórias das pessoas que me indicaram para responder):

1. Porque decidiu criar um blog? / Quando decidiu criar um blog e por quê?
Depois de abandonar outros blogs que eu já tive, decidi criar esse blog depois de um pensamento de que precisava escrever sobre algumas coisas engraçadas que aconteciam no meu dia. Então criei esse singelo espaço para postar coisas que acontecem do meu cotidiano, livros que li, e coisas legais que encontro por aí.

2. Brigadeiro ou sorvete?
Sorvete.

3. O que faz quando falta inspiração?
Eu entro no pinterest, fico folheando minha agenda para ver coisas que fiz nos dias passados ou visito meus blogs favoritos.

4. Você é consumista, ou só compra o básico?
Eu acho que compro somente o básico.

5. Qual foi o livro que mais gostou de ler?
Meu pé de laranja lima.

6. Se você pudesse viajar para um lugar na sua vida inteira, para onde iria e por quê?
Rio de Janeiro. Porque é o destino das minhas viagens favoritas. Posso ir para praia, visitar museus, teatros e parques.

7. Qual sua lembrança mais antiga?
As casas das minhas avós quando ainda morávamos em Brasília e íamos visitá-las. Ambas estavam sempre cheias de tios e primos. A alegria, conversa alta e muita comida são boas lembranças.

8. Se tivesse apenas 3 horas de vida o que faria?
Ficaria com a minha família durante essas horas, ouvindo música e cantando.

9. Se tivesse que ouvir apenas uma música para o resto da tua vida, qual seria?
Agnus Day. Se for tocada por Third Day, melhor ainda.

10. O que você faz quando não tem ninguém olhando?
Eu aprimoro minhas habilidades de ballet, inventando novas coreografias. Eu canto sem me preocupar em desafinar e eu converso sozinha.

11. Quantos livros você já leu?
De acordo com os livros que eu marquei no skoob, foram 63.

Não vou indicar nenhum blog, mas eis aí minhas perguntas para quem quiser responder:

1. O que mudou em sua vida nos últimos 4 anos? 2. Gourmet ou gordice? 3. Qual o livro mais legal que você leu esse ano? 4. Qual produto de beleza que você nunca mais vai ficar sem? 5. 35°C ou -5°C? 6. Uma mania que ninguém entende? 7. Prefere comer ou dormir? 8. Durante o dia, ou durante a noite? 9. Qual a melhor viagem que você já fez? 10. O que te deixa estressado? 11. Doce ou salgado?


Sempre gostei muito de tirar fotos de flores. Acho que elas possuem uma beleza que nos faz sentir bem. Eu, particularmente, nunca consegui dar muita continuidade para os vasinho de flores que eu ganho, mas a esperança nunca morre, só as flores mesmo. E aproveitando o início da primavera, selecionei algumas dessas fotos, algumas antigas e outras mais recentes, para ilustrar o post.
 Essas florzinhas são de um vaso que minha mãe ganhou do meu pai.
Gérberas da casa da minha mãe.

 Duas fotos que registraram a nossa dúvida para decidir quais mudas levaríamos para casa.
Pequeno detalhe do arranjo de flores da casa da minha avó.

Mini-rosa do quintal da minha mãe. Visto que nossas habilidades na jardinagem são parecidas e igualmente nulas.

Esse post faz parte do projeto fotográfico do mês de setembro do grupo SOTMB.


Quinta-feira fui para Belo Horizonte, como programado, para fazer um curso. Seis horas de viagem. Mas a parte boa é que por causa da escolha do horário, eu estava com duas poltronas só para mim!
Reparem só nas bolinhas da minha calça, e na minha super cópia inspiração da foto da Lya.
Comecei a ler o livro "O Orfanato da Senhorita Peregrine para Crianças Peculiares", estou gostando muito. Uma leitura simples e envolvente.  Mais alguém consegue ler no ônibus? Todo mundo ficava me olhando como seu eu fosse "a diferentona" por ficar lendo lá.

Usei o uber pela primeira vez, gostei bastante, ele me ofereceu água, que foi algo essencial para eu tomar o remédio para a dor de cabeça insuportável. Nota 5 pra ele! 
Descobri que existe uma cidade que eu jamais moraria, que é Belo Horizonte por motivos de trânsito doido de mais.

Comprei uma bíblia linda, chega de ler aquela antiguidade de 15 anos.   
Meu marido foi me buscar no sábado e aproveitou para ver a irmã dele que mora lá. Viemos embora no domingo, chegamos super cansados, mas foi ótimo.

E para finalizar, itens concluídos da lista de 101 coisas em 1001 dias:
1. Começar uma conversa com um desconhecido. Isso pra mim sempre foi muito difícil, mas consegui para não almoçar sozinha em uma cidade desconhecida.
2. Começar a assistir uma série nova: The 100. Mais uma série de que o "mundo acaba", as pessoas vão para o espaço e depois voltam para a Terra. A primeira temporada foi ótima, mas desanimei na segunda, mas ainda continuo assistindo esperando algo melhorar. 


Rose quartz ou rose gold juntos com o cinza, formam uma ótima combinação na decoração. Estou pensando em dar um toque dessa cor na minha sala, que é cinza e branco. Com isso, selecionei três combinações dessas cores.
01. Esse quarto foi a primeira imagem com essa paleta de cores que eu salvei para futuras inspirações.
02. O meu sofá é exatamente dessa cor. Fica mais fácil de imaginar minha sala desse jeito.
03. Esse tom de rosa na parede deu uma "embelezada" no lugar.